Mapeamento de Fala

Fiz o Mapeamento de Fala e não vi resultados

Fiz o Mapeamento de Fala e não vi resultados.
Luciana Garolla
Escrito por Luciana Garolla

FIZ O MAPEAMENTO DE FALA E NÃO VI RESULTADOS. PORQUE ISSO ACONTECEU?

Se você usa aparelhos auditivos muito provavelmente você já ouviu falar do MAPEAMENTO DE FALA, não é? Se ainda não, ele é o teste que mostra em tempo real como seus aparelhos auditivos amplificam a fala diretamente na sua orelha. Com base nos resultados dessa avaliação, os ajustes realizados nos seus aparelhos auditivos são muito mais precisos, fazendo com que a fala possa se torne audível para você em relação a sua perda de audição.

Porém algumas pessoas já realizaram este teste e relataram não ter percebido nenhuma mudança significativa após essa avaliação. E por que isto acontece? Abaixo eu vou listar três razões possíveis para que isto tenha acontecido.

1) O mapeamento de fala é apenas um guia para os ajustes.

Ele é um teste objetivo que mostra ONDE (em termos de frequências) seus aparelhos precisam ser ajustados, para tornar a fala audível para você, mas não COMO estes ajustes serão feitos. E a FORMA como os aparelhos são programados, ou seja, os PARÂMETROS utilizados em sua programação, alteram completamente a amplificação dos sons. Aqui o conhecimento do profissional sobre a interpretação dos dados fornecidos na avaliação e sobre a forma de programação dos aparelhos auditivos – com regras prescritivas validadas SEMPRE – tem papel fundamental nos resultados obtidos. Sem conhecimento aprofundado sobre o teste e principalmente sobre como aplicar os resultados na programação dos  aparelhos, os benefícios não serão alcançados. Por isso procure sempre um profissional capacitado para realização desta avaliação.

2) Sua discriminação para a fala está abaixo de 20%

Isso significa que você tem muita dificuldade para entender o que é falado, e mesmo que seus aparelhos auditivos proporcionem ACESSO aos sons de fala (que é o que o Mapeamento de Fala avalia), essa dificuldade ainda irá permanecer. Lembre-se que o que é avaliado durante o Mapeamento de Fala é se os APARELHOS AUDITIVOS estão tornando a fala AUDÍVEL para você, mas não avaliam a sua COMPREENSÃO sobre da fala. Entretanto, sem AUDIBILIDADE jamais haverá compreensão do que é dito, e certamente você irá ter dificuldades em compreender a fala com seus aparelhos auditivos, até mesmo se sua discriminação for boa. Por isso a importância de se realizar este teste em TODOS os usuários de aparelhos auditivos, para garantir que os aparelhos auditivos forneçam ACESSO aos sons de fala independentemente do nível de discriminação apresentado por cada pessoa.

3) O limite de amplificação de seus aparelhos já foi alcançado.

Todo aparelho auditivo, mesmo os mais potentes, tem um limite de amplificação e no caso deste limite ter sido alcançado, os resultados obtidos podem não ser os esperados. Na maioria das vezes esse limite é imposto pela sua perda de audição, ou seja, seu residual auditivo. Se este for o caso, chegou-se ao limite do que a tecnologia de aparelhos auditivos pode oferecer. Mas se o limite for dado em função do aparelho auditivo, ou seja, ele é “fraco” para sua perda de audição, então a solução é a troca por um modelo mais potente. De qualquer forma, o profissional responsável pela sua avaliação irá fazer as orientações necessárias para o seu caso.

Concluindo…

O Mapeamento de Fala é apenas um instrumento de avaliação dos aparelhos auditivos. Ele tem o mesmo papel da balança do confeiteiro na confecção de um bolo. Apenas “pesa” (mede) se os ingredientes para fazer o bolo estão adequados conforme a “receita”  (regra prescritiva usada na programação dos aparelhos). Se a “receita” utilizada for ruim, ou se o confeiteiro não souber fazer bolo, mesmo que os ingredientes estejam bem pesados, o bolo ficará ruim, não é mesmo? E a culpa não foi da balança!


VÍDEO: Fiz o Mapeamento de Fala e não vi resultados

Fiz o Mapeamento de Fala e não vi resultados

Deixe um Comentário